Holossomática

Segundo a premissa da Holossomática, a consciência possui um conjunto de quatro corpos ou veículos pelos quais se manifesta. Ao conjunto desses veículos dá-se o nome de Holossoma. A seguir é apresentada uma descrição desses veículos:

  • soma (corpo biológico)
  • energossoma ou holochacra (corpo energético)
  • psicossoma (corpo emocional)
  • mentalsoma (corpo mental)

É fácil notar a existência do soma no dia a dia. Contudo, os demais veículos de manifestação da consciência não possuem identificação tão fácil durante a vigília física ordinária, na dimensão intrafísica. Há hipóteses em outras linhas de conhecimento que propõem a existência de até 7 corpos ou veículos de manifestação. Dentro do Paradigma Consciencial, as pesquisas e experiências atuais sugerem a existência de 4 veículos. A hipótese que sugere a existência desses 4 veículos é sustentada através das experiências fora do corpo lúcidas, ou projeções conscientes (PCs). Através da descoincidência dos veículos em uma PC a consciência pode observar suas manifestações em outras dimensões e então comprovar a existência de tais veículos. Quando a consciência deixa o soma, ela passa a se manifestar de psicossoma (também conhecido como corpo astral), na dimensão extrafísica. Através do psicossoma e dependendo do seu nível de lucidez, a consciência pode observar um canal de energias envolvendo o psicossoma e interligando-se ao soma. Este canal de energias se chama cordão de prata e é uma extensão do seu energossoma ou corpo das energias, o qual se manifesta na dimensão energética, intermediária entre a dimensão física e a extrafísica. Há também relatos de consciências que deixaram o psicossoma repousando e se projetaram através do mentalsoma. Tais relatos descrevem a dimensão mental como uma dimensão sem formas, independente do tempo e do espaço e o mentalsoma semelhante a um ponto ou com uma forma aproximadamente esférica, luminosa. Ainda, parece haver uma ligação entre o psicossoma e o mentalsoma atuando como um controle remoto. Tal estrutura é conhecida como cordão de ouro. No dia a dia, os veículos encontram-se coincidentes, encaixados e sobrepostos. Através do trabalho com as energias (por exemplo, pela técnica do Estado Vibracional – EV), é possível alcançar a condição de descoincidência dos veículos de manifestação. Nesta condição, a consciência pode visualizar a dimensão energética, extrafísica ou mesmo mental. Através da descoincidência, total ou parcial do Holossoma, é que ocorrem os fenômenos parapsíquicos. A condição de homeostase holossomática representa a condição de equilíbrio do holossoma, ou dos veículos de manifestação da consciência. Ou seja, em outras palavras, significa ter um soma saudável, estar em dia no trabalho com as energias, manifestar as próprias emoções de maneira sadia e priorizar o discernimento, criticidade e autolucidez. Ao se deparar com a existência de 4 veículos de manifestação, a consciência passa a refletir sobre as condições evolutivas nas quais se encontram cada um deles. Sob esse ponto de vista, a reeducação consciencial pode nos ajudar a estabelecer um equilíbrio entre os veículos, permitindo uma manifestação mais saudável da consciência. A condição de saúde ideal a ser alcançada pela consciência é a da saúde holossomática, ou seja, a saúde de todos os seus veículos de manifestação. Sob o olhar intrafísico, a saúde pode ser regulada pela diminuição dos níveis de estresse, carga horária de sono adequado, alimentação balanceada e prática de atividade física. Do ponto de vista energético, a saúde pode ser regulada através do trabalho constante com as energias e da implementação de autodefesa e desbloqueios energéticos. Do ponto de vista psicossomático, a saúde pode ser regulada através do equilíbrio na manifestação das emoções. E do ponto de vista mentalsomático, a saúde pode ser regulada através do desenvolvimento do discernimento e da lucidez, visando o estado da cosmoconsciência.

    Facebook
    Twitter
    LinkedIn
    Pinterest

    Serenologia

    O Homo sapiens serenissimus é a consciência, homem ou mulher,...